terça-feira, janeiro 05, 2016

Olá bloguinho!

Faz muito tempo mesmo que eu não passo aqui.
Não vou dizer que é falta de tempo porque de acordo meu amigo Mário Sérgio Cortella, tempo é o mesmo sempre, as prioridades é que mudam.
Sim, escrever não é mais minha prioridade.
Acho que nunca foi, ou eu teria completado milhões de projetos que iniciei. Escrever é uma válvula de escape, um instrumento de terapia, uma tábua de salvação.
Não estou aqui para fazer deste post uma carta longa e funesta. Nem reclamar de nada.


 OOOOH, COMO ASSIM!?! 

Pois é (preciso parar de escrever isso), eu já consigo ver que tenho muito mais a agradecer. Não, não, não. Não estou bêbada, nem drogada, nem apaixonada, nem em um êxtase de glicose.
Só uma perspectiva, só o sentimento de estar fazendo o que eu devia estar fazendo. 
Me perdôo por lamentar tanto antes porque eu não sabia o que era isso. Não mesmo. Me perdoo por uma enxurrada de coisas e principalmente pelo que mais me fez fugir de vir aqui e publicar qualquer coisa (tirei algumas, sorry): me perdôo por ter errado e ter expressado de maneira dramática através de palavras e ter dividido minha vida particular com qualquer estranho que pusesse seus cliques aqui.
Se eu te contasse quantas vezes quis apagar esse blog...
Até esse nome "Eu Nunca Fui Normal" eu tenho achado ridículo!
Mas eu vou assumir tudo isso e tentar não sumir. Tentar ser sincera em posts como esse falando de qualquer coisa, ou seja, dramatizando, chovendo em copo d'água como a boa lua leonina que me acompanha. Vou justificar esses friques com um verso do Cazuza: Faz parte do meu show...meu amooooor!!!

PS. Perdi as contas de quantas vezes li que não se pode fazer isso que eu acabei de fazer. Falar sobre si, se expor na internet. "As pessoas que te contratam podem pensar que e blá blá blá...". E usar o que eu falo no meu blog PARTICULAR vale, né!?! Super ética profissional do novo milênio!!!

PS(2). Eu vou escrever com a gramática arcaica na qual fui educada. Como o espaço é meeeeeu, então eu me perdÔo!!!